Pular para o conteúdo principal

Sentido Inverso

O
projeto de pregar através da música, e mais especificamente através do rock, nasce em 2003, através do chamado recebido pelo baixista Igor Titillo. O objetivo dessa missão é levar o evangelho aos corações duros à pregação, porém abertos à música, se valendo dessa estratégia para cumprir assim o "ide" de Jesus (Yeshua). Nessa fase a banda chama-se “Banda Primus” e juntam-se a ele seus primos Leandro Velloso no teclado e voz e Léo Velloso na bateria.
No meio dessa estrada, o baterista Léo Velloso deixa a banda e em seu lugar entra a Priscila Moraes. Essa fase dura até aproximadamente, o ano de 2010, quando os músicos precisam seguir por rumos pessoais e profissionais diferentes, porém sem nenhuma desavença, mantendo os laços de família e de amizade que sempre tiveram.
Ainda se sentindo incomodado por não estar cumprindo o seu chamado, o baixista Igor procura reformular o ministério a fim de seguir no cumprimento de sua missão. Em 2014 surge a idéia do nome “Sentido Inverso”: “O significado do nome vem da ideia de que como cristãos não podemos nos conformar com os ensinamentos contrários à Palavra de Deus, mas precisamos andar no SENTIDO INVERSO dessas doutrinas! Nos baseamos nas Escrituras Sagradas que nos ensinam em  Romanos 12.2: "e não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que proveis qual é a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.’.” Igor Titillo.
Para colaborar no ministério, ele chama o guitarrista Lucas Nascimento, o baterista Daniel Medeiros e o vocalista Israel Bastos. Sentindo a necessidade de mais uma guitarra na banda, o baixista Igor Titillo convida o guitarrista Thiago Rothelo para se juntar ao quarteto, que apesar de ser talentoso e criativo estava sem tocar e desanimado com a música.
A banda recebe diversos convites no ano de 2015, sendo que no início ainda trabalhava apenas com músicas covers, surgindo as composições autorais do meio do ano em diante. Nesse período o vocalista Israel Bastos e o guitarrista Lucas Nascimento precisaram deixar a banda, e o Thiago Rothelo assume também os vocais. Ao final do ano de 2015, a banda entra em um ano sabático com seus músicos trabalhando em seus projetos pessoais.
Ao final de 2016 resolvem retomar o projeto e voltar à estrada. Voltam em 2017 com Igor Titillo e Thiago Rothelo gravando duas músicas covers para o canal da banda no YouTube, num projeto chamado "Sentido Inverso Unplugged". Nesse momento o Igor convida seu amigo de infância Alan Oliveira para tocar guitarra e teclado na banda, porém a banda segue sem baterista.
O ano da volta, em 2017, foi um ano de muito trabalho, recebendo diversos convites e tocando em 12 eventos no curto período de 8 meses. Para cumprir toda essa agenda diversos bateristas passaram pela banda: Igor Alves, Marcelo Martins, Lucas Nascimento (que havia tocado guitarra no início), e por fim Léo Velloso (baterista da Banda Primus).
Com mais canções autorais, um melhor entrosamento entre os músicos, o ano de 2018 traz um novo desafio: gravar um EP ao vivo! Então com essa formação: Igor Titillo, TH Rothelo, Alan e Léo Velloso, o Sentido grava ao vivo sua apresentação no "Estácio In Rock 2", evento organizado pelo Rock com Cadeiras (RCC) e sediado na Igreja Salvação por Cristo, no bairro do Estácio no Rio de Janeiro, em 24 de março de 2018.

O lançamento do trabalho acontece mais à frente, numa data emblemática: 13 de Julho de 2018, "Dia Mundial do Rock". Após o lançamento do EP o baterista Léo Velloso deixa a banda, e o primeiro baterista, Daniel Medeiros, volta pra casa (para a banda). E a banda segue 2018 com a agenda de eventos lotada com duas turnês: a de divulgação do álbum e a turnê acústica. A Sentido Inverso seguiu compondo cada vez mais, e chegou ao ponto de nos últimos eventos, todo repertório foi composto basicamente por músicas autorais.
No ano de 2019, a banda decide trocar o "E" de estrada pelo "E" de estúdio para começar as gravações do seu segundo EP, dessa vez em estúdio. A previsão de lançamento seria para o ano de 2020, porém, devido a pandemia do COVID-19, as gravações precisaram ser interrompidas, “mas cremos que Deus tem o melhor dEle reservado para nós, e logo traremos esse trabalho para o nosso público”, Igor Titillo.
Segundo o baixista Igor Titillo, “a banda é classificada pelas revistas e sites especializados como uma banda de Rock Cristão/Rock Alternativo, e tem na sua formação, talentosos jovens cristãos (hoje já não tão jovens assim...), mas altamente qualificados em seus instrumentos, que não tem se conformado com a inércia da igreja em ir atrás daqueles que estão perecendo sem Cristo, e decidiram pregar através de canções que levem à reflexão, usando essas habilidades para levar o Evangelho de Cristo, puro e verdadeiro a todos que precisam”.


                                                      FORMAÇÃO

Igor Titillo (Ig Bass): Baixo e backing vocals
TH Rothelo: Voz, guitarra base e solo
Alan Oliveira: Guitarra base e solo e backing vocals
Daniel Medeiros: Bateria


                                                    DISCOGRAFIA

         
EP - Ao Vivo "Estácio In Rock 2" (2018)

01 - 5:50 Am (Resgate)
02 - Não Quero Mais Acordar Assim (Fruto Sagrado)
03 - Vencer Ou Vencer (Sentido Inverso)
04 - A Profecia (Sentido Inverso)
05 - Naamã (Sentido Inverso)
06 - Galhos Secos (Êxodos)


CONTATOS

Telefone/WhatsApp: (21) 9.9989-6544
E-mail: sentido_inverso@yahoo.com.br

Comentários

  1. Meus amigos!!! Muito top essa matéria!!! TMJ sempre.

    ResponderExcluir
  2. Sensacional! Gostei muito da matéria!!! As músicas são muito boas - minha preferida é Naamã - vocês estão de parabéns! Que Deus abençoe muito este ministério para alcançarem muitas vidas pra Jesus. Forte abraço a todos.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas

Verdade Prática

A banda Verdade Prática surgiu no ano de 2002, liderada por João Paulo das Chagas (conhecido como Paulinho Santa Cruz que atualmente segue com um projeto solo, produzido pelo Rota 33 Studio), que findou as atividades de sua antiga banda “IDEAL”, para dar lugar ao Verdade Prática, que teve início oficialmente com a entrada de Ruffles Brandon, seu atual líder. O nome da banda surgiu com uma pequena brincadeira em uma escola bíblica dominical, onde na lição de ensino tinha um trecho escrito “Verdade Aplicada”, mas alguém leu errado e falou “Verdade Prática” e por esse motivo, a banda adotou o nome. No início eles eram em cinco integrantes, e tocavam cover de outras bandas e poucas músicas autorais. A banda que já tem 20 anos de história, possui em sua discografia álbuns nunca divulgados ao público, somente o álbum “Nosso Mundo”, que foi gravado em 2011 com a voz de Paulinho Santa Cruz. Hoje o Verdade Prática conta com três integrantes: Ruffles Brandon (vocal e guit

Introdos

A Introdos teve seu embrião numa banda que tocava todo domingo no antigo Culto do PA, que existia na antiga Igreja Renascer em Cristo, onde os jovens se reuniam para tocar Rock n’ Roll.  Isso aconteceu durante o ano de 2008, na cidade de Nova Iguaçu, no Rio de Janeiro. Porém, ao fim desse ano, a banda foi desfeita e alguns membros remanescentes se reuniram para dar início a um novo projeto, que tinha a intenção de explorar um som mais pesado e produzir canções autorais voltadas para evangelismo. A primeira reunião se deu em 13 de janeiro de 2009 e contou com a presença de Igor Motta (vocalista), Juninho (guitarrista) e Daniel Santana (baterista). O vocalista Ricardo da Cruz (Sim, a Introdos teria dois vocalistas) e Rubão (baixista), não conseguiram chegar à reunião nesta data, devido a imprevistos profissionais. Depois de alguns ensaios com os cinco, a banda acabou se estabelecendo como o trio que foi na primeira reunião e adotou o nome INTRODOS, em homenagem a uma